Refúgio na tempestade



Certa noite, durante uma tempestade horrível, um homem caminhava pela praia. As nuvens passavam baixas acima da sua cabeça. O vento uivava. Os trovões rugiam. Os relâmpagos reluziam e a chuva caía torrencialmente.
O homem apertou seu casaco mais perto de si, curvou seu corpo com o vento e se apressou a cami-nho de casa. Um pequeno pássaro perdido na tempestade procurava refúgio embaixo do seu casaco; ele o pegou com a mão, o levou para casa e o colocou numa gaiola quentinha. Na ma-nhã seguinte, quando a tempestade se acalmou e o céu ficou limpo, ele levou o passarinho até à porta. Este permaneceu nas suas mãos por um momento; depois, levantando suas minúsculas asas, voou de volta ao seu lugar na mata. Foi então que Charles Wesley (1707-1788) voltou ao seu quarto e compôs uma canção que é apreciada hoje no mundo inteiro e que nunca será esquecida:


Meu divino Protetor
Quero em Ti me refugiar
Pois as ondas de ter-ror
Ameaçam me tragar!
Quase estou a perecer!
Dá-me a Tua proteção;
Pois guardado em Teu poder
Não receio o furacão.
Eu confio em Teu amor
E na Tua compaixão;
És meu forte defensor,
Não me largue a Tua mão.


Quando estiver cansado de toda a tensão, você pode voar até Deus nas asas da oração e da fé, e obter o alívio que somente Ele pode -lhe dar.


Embora tremamos na noite escura,
Precisando de força, ajuda e abrigo,
O nosso Pai nos diz com ternura:
"Não temas que Eu sou contigo!"


Os nossos grandes problemas são pequenos para o poder infinito de Deus, e os nossos pequenos problemas são muito importantes para Ele, que nos ama como um Pai.

O departamento de parques numa cidade tinha sido incumbido de cortar as árvores de uma certa rua para que esta fosse alargada. Quando estavam para começar, o encarregado e seus homens notaram a presença de um ninho de sabiá numa das árvores, e a mãe no ninho. O encarregado ordenou que seus homens deixassem a árvore para mais tarde
Dias depois voltaram e acharam o ninho ocupado por filhotinhos de sabiá com as bocas escancaradas. Mais uma vez deixaram a árvore ali. Quando retornaram mais tarde, encontraram o ninho vazio. Os filhotes cresceram e voaram. Mas algo no fundo do ninho chamou a atenção de um dos trabalhadores - um cartãozinho branco todo sujo. Quando ele o separou da lama e dos pauzinhos, viu que era um pequeno cartão de escola dominical, e nele estava escrito: "No Senhor nosso Deus confiamos."

Vede as aves do céu, que nem semeiam, nem segam e nme ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas? (A Bíblia, Mateus 6:26).

Share this:

JOIN CONVERSATION

3 comentários:

  1. Shalom!

    Uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

    Medite no Sl 86.11

    Nele, Pr Marcello

    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja o texto: A mais longa saudação de Paulo

    P.s>>> CAso vc se identifique com o blog, torne uma seguidora. Será uma honra!

    grato

    ResponderExcluir
  2. Que mensagem linda! As ilustrações são muito bem colocadas e realmente mostram a realidade do cuidado de Deus.

    Muito bom o vosso blog.

    Quando puder e vosso tempo permitir, dê uma passadinha em nosso humilde blog: www.evangelismoelouvor.com . Trabalhamos num Projeto de Evangelismo e Louvor. Convido-te para ingressar (se lhe parecer bem) em nosso quadro de SEGUIDORES. Dessa forma, contaremos com o vosso apoio e, se possível, vossas orações, além de compartilharmos informações.

    À Deus, toda a glória.

    Ozenice Almeida
    Nosso Blog: www.evangelismoelouvor.com

    ResponderExcluir
  3. Paz,

    Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus lhe continue abençoando poderosamente.

    Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

    http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

    Siga-nos também.

    Fica com Deus.
    Um abraço, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário e ajude-me a conhecer sua opinião.

Volte sempre!